Novo Audi Q7

Direção nas 4 rodas

 
 

 

Durante o test drive com o novo Q7, ouvi: “nem tem graça, né?!?!?!” Isto é sinônimo de conforto. Lógico que foi uma brincadeira, afinal no novo SUV da alemã das quatro argolas sobra graça, tecnologia, performance, beleza e - novamente - conforto. 

Em versão única, o utilitário esportivo de luxo alemão chega equipado com motor 3.0 V6 TFSI, ficou mais leve e parte de R$ 399.990. O utilitário chega com tração integral permanente quattro, transmissão automática Tiptronic de oito marchas e com o novo motor V6 3.0 TFSI com compressor e injeção direta de combustível que gera 333 cv de potência e torque máximo de 44,9 kgm disponível entre 1.250 e 5.000 rpm. Segundo a Audi, acelera de 0 a 100 km/h em 6,1 segundos enquanto a velocidade máxima é de 250 km/h, limitada eletronicamente.

Internamente o destaque vai para o painel de instrumentos 100% digital. Chamado pela marca de Audi Virtual Cockpit (lembram do novo TT???), possui uma tela de 12,3 polegadas que exibe imagens em alta definição. O modelo também incorpora head-up display, com importantes informações projetadas no para-brisas. Tecnologia e segurança, uma vez que o motorista não desvia o olhar da estrada.

E as rodas traseiras que “viram" também? Este item é opcional, mas muito interessante. É o eixo traseiro dinâmico, formando o que a Audi chama de direção nas quatro rodas. Trata-se de um sistema onde o eixo traseiro recebe um sistema de direção com comando elétrico e duas barras de direção, que viram as rodas traseiras em até 5 graus na mesma direção ou em oposição às dianteiras, dependendo da situação. Em baixa velocidade, elas viram na direção oposta. Assim, o Q7 fica mais ágil e eficiente e o raio de curva um metro menor, o que é claramente percebido pelo motorista ao manobrar e estacionar. Para se ter uma ideia, este raio fica menor que o A4. Entre 5 e 15 km/h, o direcionamento inverso atinge até 5 graus. Em velocidade maiores, as rodas traseiras seguem o movimento das dianteiras num ângulo de até 3,5 graus. Virando na mesma direção, elas melhoram a reposta do volante e aumentam assim a estabilidade em manobras evasivas. Lembram quando diziam que esse tipo de veículo, de dimensões maiores, costumava em determinadas circunstancias “passarinhar”??? Está aí uma boa solução…

 

 

Carros & Cia

o fantástico mundo do automóvel

Entre em contato conosco:
(54) 3221 4600
contato@carrosecianews.com.br

   
Cadastre-se em nossa newsletter: